Salvador: Sem avanços nas negociações, rodoviários ameaçam nova greve

Realizada nesta sexta-feira, 4, a reunião de conciliação promovida pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT) entre rodoviários e o representante patronal terminou sem um acordo.

Quarta e última rodada da coalizão, o encontro debateu pautas de reivindicações dos trabalhadores da campanha salarial 2021. De acordo com o Sindicato dos Rodoviários da Bahia, durante a assembleia, os empresários persistiram na permanência da compensação das horas extras pelos trabalhadores – o que foi recusado pela diretoria do sindicato desde a primeira reunião de conciliação.

Ainda conforme o grupo, diante do impasse, a categoria rodoviária se encaminha para a greve dos trabalhadores “como forma de protesto”. No fim da reunião, o presidente do sindicato, Helio Ferreira, avaliou o rumo tomado pelas negociações.

“Os trabalhadores foram quem mais cedeu. A gente vem tentando evitar a greve, tivemos toda a paciência, nossa data base é dia 1 de maio e hoje já estamos em junho e ainda não conseguimos acertar um acordo. Concordamos em negociar o parcelamento do ajuste se do outro lado não tem nenhuma flexibilização. Estamos então voltando a nossa proposta na íntegra”, declarou.

Por fim, o sindicato informou que um novo julgamento será realizado pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT), às 9h, na manhã da próxima quinta-feira, 10. Informações do Portal A Tarde.