Salvador tem segunda maior taxa de desocupados entre as capitais, diz IBGE

Marcos Santos/USP Imagens Carteira de trabalho

Salvador é a segunda capital do país com maior número de de pessoas desocupadas (que não estavam trabalhando e procuraram trabalho), perdendo apenas para Manaus (AM), segundo pesquisa dibulgada nesta sexta-feira, 15, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A capital baiana teve teve taxa de desocupação de 17,5% nos três primeiros meses de 2020. O número está cima dos 15,2% verificados no 4º trimestre de 2019 e da taxa do 1º trimestre do ano passado (15,8%).

Com este resultado, a cidade subiu no ranking de desocupação entre as capitais, da 3ª posição no ano de 2019 para a 2ª posição nos primeiros três meses de 2020.

Bahia

A Bahia também não apresenta bons números, de acordo com a pesquisa do IBGE. No estado, o total de pessoas ocupadas caiu e os desocupados (que procuram trabalho) atingiu o recorde de 1,3 milhão de pessoas.

No 1º trimestre de 2020, o número de pessoas trabalhando na Bahia ficou em 5,7 milhões, o que representou menos 109 mil pessoas em relação trimestre anterior.

A Região Metropolitana de Salvador (RMS) também apresentou aumento na taxa de desocupação, com 18,9% de pessoas desempregadas e procurando por emprego. Com isso, a RMS voltou a ser a região metropolitana com maior taxa de desocupação no país, após encerrar 2019 na 2ª posição. Informações do Portal A Tarde.

Comentários no Facebook