Secretário alerta para alta transmissão de coronavírus em bairros populares de Salvador

O secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, reclamou da baixa adesão ao isolamento social em regiões populares de Salvador. Na última semana, após a recomendação de que as pessoas ficassem em casa e evitassem sair às ruas, muitos bairros registraram movimentação acentuada de pessoas nas ruas. Para o chefe da pasta da Saúde na Bahia, é necessário que a gestão municipal endureça medidas contra essa circulação de pessoas. “Isso nos preocupa. Nesses bairros populares, há uma concentração de pessoas por metro quadrado maior. A taxa de transmissão está se revelando, de fato, superior ao esperado. É uma notícia ruim. Precisamos intervir rápido nesses bairros em vários pontos”, disse Vilas-Boas, em entrevista à TV Bahia hoje (13).

“Primeiro retirar as pessoas nas ruas. Temos percebido pessoas jogando dominó, tomando cerveja e bares abertos. Segundo, passar a fazer com que essas pessoas utilizem máscaras. Se não pode ficar em casa por ela ser pequena, ao ficar do lado de fora, tem que ficar com máscara. Essa recomendação precisa ser observada. É preciso um esforço do poder municipal para segurar o crescimento nesses bairros”, comentou. 

Ainda de acordo com o secretário, é importante defender a utilização de máscaras pelas pessoas que optam por ficar nas ruas. “As pessoas naturalmente começam a fica saturadas de ficar dentro de casa. É um desafio muito grande, um esforço psicológico muito grande, principalmente para quem não tem uma casa espaçosa ou uma oportunidade de estar realizando atividades múltiplas dentro de sua casa. É muito difícil, mas é preciso viabilizar formas de conter o contato entre as pessoas”, declarou Vilas-Boas. Informações do Metro1.

Comentários no Facebook