Secretário da SSP-BA defende regulamentação das drogas e fala em fazer experimento no Brasil

O secretário de Segurança Pública da Bahia, Ricardo Mandarino, defendeu nesta quarta-feira (17), em entrevista à TV Bahia, a regulamentação das drogas e disse que o país precisa fazer um experimento com a liberação dos entorpecentes.

“Comparo mercado de droga com o mercado do cigarro. Em 1998, 30% da populaçao brasileira fumava cigarro. Hoje só fuma menos de 10%. O Brasil é o lugar onde menos se fuma no mundo. Te pergunto: houve proibição? Houve publicidade, apenas. Isso é um teste, se não der certo, vamos voltar a proibir de novo. Qual o problema de fazer experimento e recuar? Problema nenhum. O jeito que está não funciona. Repetindo as mesmas práticas e não dá certo”, opinou.

Para Mandarino, as pessoas têm necessidade de consumir drogas de forma moderada. “Tem alcoolatras que ficam com cirrose e botam em hospital e recupera ele. Defendo política de regulamentar o comércio de droga. Fazer como se faz na Europa, na Holanda, Portugal. Regulamenta e tributa esse comércio. Pegar esse tributo e desvicular ele da União, ir para uma conta específica destinada a construir hospitais para recuperar drogados e fazer publicidade sobre o uso da droga”, completou. Informações do Bnews.

Comentários no Facebook