Simões Filho: Três morrem em confronto com a polícia; drogas e armas foram apreendidas

Foto: Divulgação

Um homem identificado pelas iniciais D.R.O e mais outros dois, de dados ignorados morreram após confronto com a polícia, numa localidade conhecida como Sossego, no bairro do CIA II , em Simões Filho. O fato aconteceu na noite dessa quinta-feira(16) e estaria ligado ao combate ao tráfico de drogas.

Conforme informações da polícia, por voltas das 19h uma guarnição do PETO recebeu informações de que vários elementos armados estariam praticando tráfico de drogas naquela localidade, lugar de mata e com histórico de confronto de meliantes com guarnições.

Ainda de acordo com as informações da polícia, os agentes se deslocaram para o local e incursionaram pelo matagal e num determinado momento foram recebidos a tiros por vários elementos, e reagiram a injusta agressão com o objetivo de salvaguardar suas vidas.

Cessados os disparos a guarnição fez uma varredura no local e encontrou três elementos ao solo, cada um em posse de um revólver calibre 38 e uma vasta quantidade de drogas. A guarnição socorreu os alvejados para o Hospital Municipal de Simões Filho, mas não resistiram. Os óbitos foram constatados pelo médico de plantão.

Entre as apreensões estavam:

– 01 Revólver Taurus N. OC2292 c 05 munições deflagrados e 01 picotada
– 01 Revólver Rossi N. E133170 c 03 deflagradas, 01 picotada e 01 intacta
– 01 Revólver Smith Welsson sem numeração c 03 munições deflagradas e 03 picotadas
-10 kg de “maconha”
– 34 tabletes pequenos de “maconha”
– 76 buchas de “maconha”
– 03 pedras grandes de pasta base de “cocaína”
– 109 pinos do grande de “cocaína”
– 01 pedra extra-grande de “crack” c aproximadamente 270g
– 01 pedra grande de “crack” com aproximadamente 60g
– 42 pedras de “crack”
– 70 pedras pequenas de crack
– 01 balanças de precisão grande
– 01 balança de precisão pequena
– 02 aparelhos celulares azuis de marca Samsung
– 01 relógio Tecnhos
– R$ 258,00 em especie

A ocorrência foi lavrada na corregedoria geral da polícia militar.

Comentários no Facebook