Centrais sindicais convocam greve geral

Em manifestação pelo dia do trabalho, nesta quarta-feira(1º), mais de 1 milhão de pessoas se reuniram em todo o país, e foram às ruas, em protesto. Um dos principais motivos foi a Reforma da Previdência. Os trabalhadores decidiram por uma greve geral, prevista para o dia 14 de junho.

A proposta da greve foi aprovada por unanimidade pelos mais de 200 mil trabalhadores, integrantes de diversas centrais sindicais. De acordo com a Central Única do Trabalhador (CUT), a greve, é contra a proposta da Reforma da Previdência.

Comentários no Facebook