Tribunal de Justiça da Bahia afasta juiz de Amargosa acusado de atuar em processos do filho

Foto: Divulgação/TJ-BA

Foi afastado por 120 dias da Comarca da cidade de Amargosa, por determinação do Tribunal de Justiça da Bahia, o magistrado Alberto Sales. Ele é alvo de um processo administrativo para apurar a situação. O caso foi aberto pela alta corte do judiciário baiano na quarta-feira (27) após o desembargador Salomão Resedá, corregedor das Comarcas do Interior do TJ, receber do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) uma solicitação de esclarecimentos e ir até ao município apurar as acusações de irregularidades.

Entre as eventuais irregularidades, o juiz é acusado de atuar em processos movidos por seu filho, que é advogado, Thiago Sales e demorar de despachar decisões ou promover não expedições de alvarás.

A defesa do Juiz contesta todas as acusações e afirma nunca ter sido procurada por reclamações que estão no bojo do processo.

Em Amargosa, o caso caiu com uma bomba. De acordo com fontes do BNews ouvidas o assunto já era esperado, principalmente pela classe dos advogados, que estava visivelmente incomodada com as condutas, principalmente, do juiz e do seu filho.

Há suspeitas também do envolvimento de servidores públicos, incluído ligados a Polícia Civil. Informações do Bnews.

Comentários no Facebook