Vitória leva virada em dois minutos e é derrotado pelo Confiança

Foto: Tiago Caldas/CORREIO

Não foi dessa vez que o Vitória faturou três triunfos seguidos. Na noite desta sexta-feira (4), o Leão esteve na frente do placar duas vezes, mas acabou cedendo a virada e perdeu do Confiança por 3×2 no Barradão. Foi a primeira derrota após cinco jogos de invencibilidade rubro-negra, encerrando a sequência de bons resultados.

O revés manteve o Vitória na 14ª colocação, com 32 pontos. Mas pode cair até duas posições, já que Paraná e Cruzeiro ainda jogam na rodada. Com 29 pontos, o time paranaense pode passar se ganhar da Ponte Preta nesta sexta, fora de casa. Já a Raposa, com 31, supera o Leão na tabela se empatar ou ganhar do Brasil de Pelotas sábado (5), no Mineirão.

Na próxima rodada, o rubro-negro viaja até o Mato Grosso, onde encara o Cuiabá na Arena Pantanal. O jogo está marcado para terça-feira (8), às 21h30. Léo Ceará será desfalque, já que levou o terceiro cartão amarelo diante do Confiança.

O camisa 9, aliás, foi o autor dos dois gols do Leão diante do Confiança – Reis, Rafael Vila e Renan Gorne fizeram para o visitante. Com isso, se firmou ainda mais na vice-artilharia da Série B, com 12 bolas no fundo da rede. Segue atrás apenas de Caio Dantas, do Sampaio Corrêa, com 16. Léo Ceará também garantiu o cumprimento da lei do ex no Barradão, já que, entre 2017 e 2018, passou pelo Dragão.

O jogo

O Vitória entrou em campo buscando uma postura ofensiva. Durante os primeiros minutos, pressionou e alugou o campo de ataque. Mas faltava agressividade e, mesmo com 70% de posse de bola, focava muito em troca de passes e pouco em chutes ao gol.

O primeiro bom momento aconteceu aos 15 minutos, quando Fernando Neto inverteu para Rafael Carioca, que bateu de longe, por cima da meta de Jean. Aos 17, um susto que surgiu de erro de Wallace. O zagueiro rubro-negro cortou mal e deu a bola para Rafael Vila. O volante tocou para Reis e, por sorte do Leão, o camisa 11 chutou para fora.

O Vitória abriu o placar no minuto seguinte: o lateral direito Léo apareceu pela direita, lançou a bola na área, e Léo Ceará surgiu entre os zagueiros e cabeceou para estufar a rede e fazer 1×0.

Depois do gol, o Leão recuou e deixou o Confiança crescer na partida. Se antes pouco ameaçava, o time sergipano começou a criar boas oportunidades, duas delas com Bruno Paraíba. Até que conseguiu o empate, aos 38 minutos. Após cobrança de escanteio, a bola bateu na mão de Fernando Neto dentro da área. O juiz viu e assinalou pênalti. Reis bateu forte, no canto direito de César, e empatou.

Assim como na etapa inicial, o Vitória começou mais forte no segundo tempo, com as melhores chances. Vico, com um chute forte da entrada da área, forçou Jean a espalmar, aos 6 minutos. Na sequência, o camisa 11 cobrou escanteio, Léo Ceará tentou cabecear e Wallace bateu ao gol. Mais uma vez, o goleiro do Confiança fez uma linda defesa.

Ele, porém, não conseguiu impedir o segundo gol de Léo Ceará aos 7 minutos. Thiago Lopes recebeu de Léo e deu um passe excelente para o camisa 9, entre os zagueiros. O atacante entrou na área e, sozinho, tirou do goleiro e botou o Vitória de novo em vantagem.

Após passar por uma série de substituições no meio do segundo tempo, o Confiança voltou a ficar perigoso e conseguiu não só empatar, como a virada. E em dois minutos. Aos 31, Reis cruzou, Ari Moura escorou para o meio da área e Rafael Vila apareceu sozinho, em uma falha da defesa rubro-negra, para fazer o 2×2. Em seguida, Reis cobrou escanteio, Matheus Mancini desviou e Ítalo tentou o gol, mas a bola ficou com Serginho, que tocou para trás. Renan Gorne, livre, fez 3×2.

FICHA TÉCNICA

Vitória x Confiança – 26ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro

Vitória: César, Léo (Jonathan Bocão), Maurício Ramos, Wallace e Rafael Carioca; Lucas Cândido (Dudu), Fernando Neto, Matheus Frizzo (Mateusinho) e Thiago Lopes (Ruan Nascimento); Vico e Léo Ceará (Jordy Caicedo). Técnico: Rodrigo Chagas.

Confiança: Jean, Thiago Ennes, Nirley, Matheus Mancini e Silva (Everton); Madison (Serginho), Jeferson (Ítalo) e Rafael Vila; Reis, Ari Moura (Alyson) e Bruno Paraíba (Renan Gorne). Técnico: Daniel Paulista.

Estádio: Barradão, em Salvador
Gols: Léo Ceará, aos 18 minutos, Reis, aos 38 do 1º tempo; Léo Ceará, aos 7, Rafael Vila, aos 31, Renan Gorne, aos 33 minutos do 2º tempo
Cartões amarelos: Léo Ceará, Léo (Vitória); Matheus Mancini, Silva e Serginho (Confiança)
Cartão vermelho: Daniel Paulista
Arbitragem: Wanderson Alves de Sousa, auxiliado por Ricardo Junio de Souza e Magno Arantes Lira (trio de Minas Gerais). Informações do Correio*.

Comentários no Facebook