Vitória vence Oeste de virada no Barradão

O Vitória deu um susto no torcedor, mas contou com tarde inspirada de Léo Ceará e venceu o Oeste por 3 a 1, neste sábado, 26, no Barradão. O atacante marcou dois dos gols do Leão, que aos três minutos já estava atrás do placar. Os pontos somados nessa 11ª rodada da Série B fizeram o time chegar a 17 e subir para a sétima posição.

A partida contra o lanterna da competição nacional foi mais complicada do que o esperado, principalmente porque a equipe treinada por Bruno Pivetti não fez um bom primeiro tempo. Na segunda etapa o time teve a estreia de Ewandro, que se mostrou uma boa alternativa ofensiva. Foi dele os passes para o segundo e o terceiro gol.

O Vitória volta a campo na próxima terça-feira, quando enfrenta o Avaí, mais uma vez no Barradão.

Velhos erros

Por doze dias o Vitória se preparou para enfrentar o Oeste, lanterna da Série B, e com três minutos o cenário dos ensaios mudou. Foi esse o tempo que levou para os visitantes abrirem o placar, neste sábado, no Barradão.

Mazinho participou de triangulação pelo lado direito do ataque, chegou até a linha de fundo e cruzou para Bobô, que subiu mais alto que João Victor e mandou para o fundo das redes de cabeça.

Sair na frente do placar tão cedo foi uma ‘mão na roda’ para o time do interior paulista. Os dez jogadores de linha tiveram mais tranquilidade para proteger o campo defensivo e tentar explorar jogadas de contra-ataque no Barradão.

O Oeste não se envergonhou em dar a bola para o Vitória, até porque os donos da casa não sabiam muito bem o que fazer com ela. Até os 15 minutos do primeiro tempo o Leão chegou a ter 77% de posse, mas só uma finalização. Cabeçada de Marcelinho após cruzamento de Carleto.

O que se via no geral era muito passe para o lado e pouca agressividade por parte dos comandados de Bruno Pivetti. Do outro lado, o Oeste atacava pouco, mas ainda conseguia levar perigo quando encaixava as jogadas de velocidade. Foi assim aos 31’, quando Mazinho avançou pela esquerda e mandou uma bomba que passou perto da trave defendida por Ronaldo.

Cinco minutos depois Sidimar desviou de cabeça uma cobrança de falta e obrigou o arqueiro do Vitória a fazer boa defesa. Também na bola parada, o Leão respondeu com Léo Ceará. Após cobrança de escanteio o camisa nove cabeceou por cima do travessão.

Nos minutos finais da primeira etapa os donos da casa apresentaram sinais de melhora. O ímpeto ofensivo aumentou e as finalizações passaram a acontecer. Bocão e Vico arriscaram de fora da área, mas não conseguiram vencer Glauco. O empate, aos 49 minutos, veio de uma velha receita rubro-negra.

Thiago Carleto cobrou falta ‘com violência’. Glauco não segurou a pancada e espalmou para o meio da área. Aí brilhou a estrela de Léo Ceará, que aproveitou o rebote e usou a cabeça para empatar a partida.

Mudança pontual

O gol no fim do primeiro tempo não escondeu os problemas ofensivos do time e Bruno Pivetti voltou para a etapa final com o estreante Ewandro no lugar de Vico. A mudança foi decisiva para o resultado da partida porque o novato teve participação direta na virada rubro-negra.

Antes disso o Oeste quase marcou um golaço. Mazinho interceptou passe errado de Carleto e, do meio de campo, tentou encobrir Ronaldo. O arqueiro conseguiu recuar em tempo de tocar na bola e mandar para escanteio.

Ewandro apareceu com perigo pela primeira vez aos 15’. Ele recebeu passe na entrada da área, ajeitou o corpo e chutou forte. A bola passou perto da trave defendida por Glauco. Aos 21’ o estreante foi mais uma vez acionado na entrada da área e foi daí que veio o segundo gol do Vitória.

O camisa 77 viu a passagem de Léo Ceará e deu um toque sutil por cima dos zagueiros para deixar o atacante em ótima condição. Aí Léo teve a frieza de encobrir o Glauco para dobrar sua conta pessoal na partida e sacramentar a virada dos donos da casa.

Ewandro voltou a aparecer aos 33’. Em lindo lance, ele deu um chapéu no marcador, chegou à linha de fundo e cruzou de três dedos para João Victor. O zagueiro cabeceou e deu números finais para a partida. Informações do Portal A Tarde.

Comentários no Facebook