Polícia Federal deflagra operação para coibir atuação de traficante internacional na Penitenciária da Mata Escura

Reprodução/ SSP/BA

A Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado (DRCOR) da Polícia Federal em conjunto com a Coordenação de Inteligência Prisional da Seap (GSI), deflagraram uma operação na madrugada desta quinta-feira (05), no Complexo Penitenciário da Mata Escura em Salvador.

A operação “Gun Express”, batizada pela Polícia Federal, teve como objetivo o cumprimento de medidas cautelares (mandado de busca e mandado de prisão) de um traficante internacional de armas e drogas que encontra-se custodiado em um dos módulos da Penitenciária Lemos Brito e contou com aproximadamente 50 (cinquenta) agentes da PF, SEAP e SSP. 

Segundo as investigações, mesmo custodiado o interno A.L.S. estaria praticando ações delituosas extramuros, entre elas, comandando o comércio ilegal de armas e drogas em diversas regiões do País.

As equipes da Polícia Federal cumpriram mandados de busca e prisão em outras localidades da Capital e Região Metropolitana, bem como em outros Estados da Federação.

Durante a operação foram encontrados aparelhos de telefonia móvel, arma branca de fabricação artesanal, fones de ouvido, carregadores de celular, fones de ouvido e um pen drive. 

Comentários no Facebook